Tirando um sono no baile

13
fev

Quando o soninho bate, não existe argumento capaz de refuta-lo

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade. Você será banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.